segunda-feira, 9 de maio de 2016

Cálculo do Custo de Capital de uma S.A - Exemplo


    Custo do Capital de Terceiros da Eletrobras

Durante o semestre cada aluno pesquisou os dados de uma empresa em especial e fez todos os processos feitos até agora com a Petrobras. Mas por enquanto, serão demonstrados a seguir apenas os dados constantes a taxa de retorno das organizações:

Quadro 1: Retorno (%) das empresas nos períodos de 2004 a 2006
Empresa
2004
2005
2006
Grendene
20,74
6,20
11,83
Vale
20,06
26,11
18,81
PQV
14,28
6,06
9,20
Natura
40,00
39,00
38,00
Eletrobras
2,00
1,90
1,80
Copesul
22,15
27,04
22,64
Gol
32,00
24,00
17,00
Cremer
8,65
1,30
2,93
Vivo
-4,00
-9,60
1,44
TAM
245,42
37,28
38,64
Hausto*
18,56
14,95
14,67
Duratex
6,38
6,53
9,67
Cemig
10,07
15,84
18,13
Copel
5,68
7,42
15,78
Marcopolo
10,40
8,98
11,93
Sabesp
6,35
7,85
8,67
Hering
-4,08
6,19
2,33
Votorantin papel e celulose
16,00
9,44
8,41
Perdigão
31,43
31,26
8,01
Aracruz
13,68
14,54
13,44
Sadia
9,26
12,05
6,54
Weg
36,57
27,23
31,96
Uni par
23,84
43,11
6,75
Klabin
11,52
7,83
9,57
Eletropaulo
0,90
-0,10
3,70
TIM
18,33
17,21
-5,08
Embraer
10,02
5,46
4,60
Metal Leve
18,00
8,00
7,00
Fonte: Dados obtidos pelos alunos pesquisando os sites das empresas, da CVM e da Bovespa, fins ilustrativos
Apresentamos a baixo os demonstrativos da Eletrobras. A seguir os mesmos cálculos feitos para a Petrobras para as Centrais Elétricas Brasileiras S.A. – Eletrobras, relativos à controladora com base nas demonstrações do resultado do período de 2006, 2005 e 2004.
Quadro 2: Demonstração do Resultado da Eletrobras de 2004 a 2006
Demonstração do Resultado da Eletrobras
Em milhares de reais

Controlada



2.006
2.005
2.004




Receita O. Bruta
7.285.838
8.460.248
7.274.164
Venda e trança de energia
6.276.247
6.054.270
6.506.186
Subvenções
0
0
0
Acréscimo moratório
21.030
18.203
44.604
Participações societárias
988.561
2.387.775
723.374




Encargos setoriais
0
0
0
ICMS
0
0
0




ROL
7.285.838
8.460.248
7.274.164
CPV
0
0
0




Lucro bruto
7.285.838
8.460.248
7.274.164
Pessoa, material e serviço
-287.024
-233.515
192.312
Energia comprada p/ revenda
-6.256.845
-6.047.449
-6.441.912
Combustível p/ energia
0
0
0
PASEP e COFINS
-62.925
-89.859
-188.635
Reversão de provisão
0
0
528.637
Uso de rede elétrica
0
0
0
Enc. De capacidade. Emergencial
0
0
0
Depreciação/ amortização
-5.947
-4.768
-2.549
Provisões operacionais
-114.934
-1.130.449
-453.067
Resultado a compensar
0
0
0
Doações e contribuições
-140.743
-129.777
-110.981
Outras
-190.038
-106.338
-78.309




Receita de juros e comissões
3.937.621
4.292.325
4.074.505
Encargos da dívida
-438.203
-650.511
-730.399
Encargos p/ acionistas
-1.475.447
-1.570.686
-1.146.240
Remuneração e ressarcimento
0
0
0
Receita de aplicações financeiras
340.012
214.571
197.671
Atualizações monetárias líquidas
330.606
256.774
747.699
Atualizações cambiais líquidas
-1.599.337
-2.454.976
-1.655.957
Outras receitas financeiras
140.522
176.960
184.223




Resultado operacional
1.463.156
982.550
2.391.162
Resultado não operacional.
7.450
16.384
1.723




R antes dos impostos
1.470.606
998.934
2.392.885
IR
-210.603
-6.817
-510.142
CSLL
-81.685
-2.528
-191.805




Lucro líquido
1.178.318
989.589
1.690.938




Participação



Nos lucros
-17.000
-15.000
-13.000
Minoritários
0
0
0
Lucro líquido do exercício
1.161.318
974.589
1.293.314
Resultado líquido



Por mil ações
2,06
1,73
2,41
Apresentamos uma Demonstração de resultado da empresa, mas para os cálculos utilizaremos o demonstrativo exposto a seguir. Aqui vale uma observação: durante a coleta das informações notou-se algumas mudanças nos valores de um ano para outro em virtude de alteração de método de contabilização, cambio entre outros. Em decorrência disso, o balanço e a DRE de 2005 e 2004 apresentavam alguns valores que divergiam aos constantes nos demonstrativos de 2005 e 2006. Por esta razão, para os cálculos foram utilizados apenas as informações mais recentes, constantes no relatório exposto à CVM, com os anos de 2006, 2005 e 2004, apresentados a seguir:
Quadro 3: Demonstração do Resultado da Eletrobras mais recente, segundo a CVM
Demonstração do Resultado da Eletrobras
Em milhares de reais

Controlada



2.006
2.005
2.004




Receita O. Bruta
6.297.277
6.072.473
6.550.790
Venda e transmissão de energia
6.276.247
6.054.270
6.506.186
Acréscimo moratório
21.030
18.203
44.604
Deduções
0
0
0
ROL
6.297.277
6.072.473
6.550.790
CPV
0
0
0
Lucro bruto
6.297.277
6.072.473
6.550.790
Pessoal, material e serviço
-287.024
-233.515
-192.312
Depreciação e amortização
-5.947
-4.768
-2.549
PASEP e COFINS
-62.925
-89.859
-188.635
Reversão de provisão
0
0
528.637
Energia comprada p/ revenda
-6.256.845
-6.047.449
-6.441.912
Provisões operacionais
-114.934
-1.130.449
-453.067
Receitas financeiras
4.757.519
4.984.204
5.224.789
Despesas financeiras
-3.521.745
-4.719.747
-3.553.287
Doações e contribuições
-140.743
-129.777
-110.981
Outras
-190.038
-106.338
-78.309
Resultado de equivalência
988.561
2.387.775
723.374
Resultado operacional
1.463.156
982.550
2.006.538
Resultado não operacional.
7.450
16.384
1.723




R antes dos impostos
1.470.606
998.934
2.008.261
IR
-210.603
-6.817
-510.142
CSLL
-81.685
-2.528
-191.805




Lucro líquido
1.178.318
989.589
1.306.314




Participação



Nos lucros
-17.000
-15.000
-13.000
Minoritários
0
0
0
Lucro líquido do exercício
1.161.318
974.589
1.293.314
Resultado líquido



Por mil ações
2,06
1,73
2,41
E para completar os dados necessários foram transcritos a seguir os balanços da Eletrobras, dos períodos de 2004 a 2006, obtidos no site da CVM.
Quadro 4 Balanço patrimonial das Centrais Elétricas Brasileiras S.A - Eletrobras
Balanço patrimonial das Centrais Elétricas Brasileiras S.A - Eletrobras
Em milhares de reais
Ativo
Controlada



2.006
2.005
2.004
Circulante



Disponibilidades
2.877.879
1.561.282
955.749
Clientes
1.128.770
1.313.494
1.106.026
Créditos diversos
6.528.807
5.359.580
4.348.353
Estoques
2.427
2.506
426
Outros
2.381.569
1.999.552
2.647.155
Total do circulante
12.919.452
10.236.414
9.057.709




Realizável em Longo Prazo



Créditos diversos
34.357.232
34.924.351
37.518.917
Outros créditos
3.855.048
3.809.570
3.085.759
Total do RLP
38.212.280
38.733.921
40.604.676




Permanente



Investimentos
42.304.993
41.894.129
39.994.152
Imobilizado
30.822
29.117
87.401
Intangível
57.410
59.262
0
Diferido
1.241
1.274
0
Total do permanente
42.394.466
41.983.782
40.081.553




Total do ativo
93.526.198
90.954.117
89.743.938








Passivo
Controlada
Controlada


2.006
2.005
2.004
Circulante



Emprestemos e financiamentos
169.968
200.855
1.522.618
Fornecedores
1.159.921
1.396.439
1.236.708
Impostos, taxas e contribuições
918.483
1.069.444
1.115.605
Dividendos a pagar
566.497
472.571
398.204
Dívida com coligadas
230.982
62.644
61.984
Outros
1.150.548
482.140
852.124
Total do circulante
4.196.399
3.684.093
5.187.243




Exigível em Longo Prazo



Empréstimos e financiamentos
8.266.150
8.153.081
10.652.059
Provisões
1.641.385
1.308.219
1.069.739
Dívida com coligadas
459.808
499.157
974.052
Outros
1.126.668
1.594.677
1.987.036
Total do ELP
11.494.011
11.555.134
14.682.886




Patrimônio Líquido



Capital social
24.235.829
24.235.829
20.785.196
Reservas de capital
25.907.304
25.907.304
23.418.859
Reservas de reavaliação
230.538
247.855
0
Reservas de lucros
24.054.259
22.362.625
21.597.549
Lucros acumulados
0
0
1.584.651
Adiantamentos
3.407.858
2.961.277
2.487.554
Total do PL
77.835.788
75.714.890
69.873.809




Total do P e PL
93.526.198
90.954.117
89.743.938
Apresentamos a seguir o cálculo do EVA das Centrais Elétricas Brasileiras S.A. – Eletrobras, relativos à controladora com base nas demonstrações dos financiamentos do período de 2006, 2005 e 2004. Para começar transcrevemos os dados a seguir que serão utilizados nos cálculos:
  • Despesa financeira: R$ 3.553.287 em 2004, R$ 4.719.474 em 2005 e R$ 3.521.745 em 2006.
  • Imposto de renda: 15%;
  • Lucro líquido: R$ 1.293.314 R$ 974.589 e R$ 1.161.318 respectivamente em 2004, 2005 e 2006.
Com estes dados já é possível calculara a primeira incógnita: do beneficio fiscal:
Como já foi visto e aplicado à Petrobras no cálculo do EVA, será feito o mesmo à Eletrobras, mas não apenas referentes aos valores da taxa de retorno. O objetivo com as contas anteriores era localizar o valor que faltava para a fórmula do Retorno “R”. Com esses valores torna-se então possível a resolução que segue:
Para os próximos cálculos serão utilizados os valores de ativo médio da empresa. O ativo médio é obtido simplesmente pela média entre o ano atual e o anterior. Segue a fórmula:
E por fim, com a divisão do Retorno pelo investimento total tem-se o percentual da taxa de retorno, um dos elementos da fórmula do EVA. Segue a fórmula da taxa “r”:
Sempre que se calcular o retorno, os financiamento e capital próprio de uma empresa real se utilizam o valor médio. Segue então a fórmula do capital de terceiros médio e os resultados do total exigível à empresa:
Equação 1: Capital de terceiros médio
E os resultados são estes: R$ 20.851.916 para o ano de 2004; R$ 17.554.678 para 2005 e R$ 15.464.818,5 para o exercício de 2006. E semelhante temos a fórmula do PL:
Equação 2: Patrimônio Líquido médio

E que mais uma vez seguindo os cálculos da média aritmética simples temos os seguintes valores: R$ 68.855.770,5 para 2004; R$ 72.794.349,5 para 2005 e R$ 76.775.339 para o ano de 2006.