sábado, 1 de outubro de 2016

Sistema Financeiro Nacional (SFN)

O Sistema Financeiro procura otimizar a transferência de fundos dos superavitários para os deficitários. O Sistema Financeiro atua como catalisador, receptor e provedor de recursos para a economia real (bens e serviços), ou seja, procura transferir os recursos dos poupadores para os investidores (tomadores) financiando o crescimento da economia.
O Sistema Financeiro é o conjunto de agentes que direta ou indiretamente estejam envolvidos em transferências de ativos ou passivos financeiros (qualquer título que represente participação patrimonial ou dívida ou ainda direito de um elemento econômico sobre outro).
O SFN é formado pelas instituições, chamadas financeiras, que tem como objetivo a execução de um fluxo regular entre poupadores e tomadores de recursos.
É no mercado financeiro que compradores e vendedores, mutuantes e mutuários operam ativos financeiros. Os agentes superavitários (rendimentos maiores que seus dispêndios) disponibilizam seus excedentes financeiros aos agentes deficitários (dispêndios maiores que suas disponibilidades). Esse sistema de transferência de recursos caracteriza o mercado financeiro, estimulando o desenvolvimento econômico.
O mercado financeiro permite que os agentes superavitários e deficitários equilibrem seus ativos e passivos. O Sistema Financeiro Nacional é formado por agentes, que, por meio de produtos financeiros, permitam a transferência entre doadores e tomadores de recursos.
O SFN tem como finalidade o fluxo de recursos entre poupadores e tomadores, fornecendo, em consequência, a possibilidade de aplicações de recursos de alguém (pessoa física ou jurídica) que não consumiu toda a sua renda em outrem que tem interesse em alocá-la em um bem, serviço ou negócio, já que seus desejos ou necessidade de consumo, e mesmo de investimento, superem sua capacidade de gerá-la. No mercado financeiro, transacionam-se ativos financeiros que são direitos de uma unidade econômica sobre outra.
O ativo financeiro é uma reserva de valor que, dentro de um intervalo de tempo, gerará, ao seu detentor, um retorno, dentro de certas condições de risco. A principal função do Sistema Financeiro é financiar adequadamente, além de compensar e liquidar pagamentos, diversificar a posse de ações, transferir recursos financeiros no tempo e no espaço e fornecer meios de proteção contra risco.