segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Montando planilha de acompanhamento de funcionários

Neste tópico mostraremos como desenvolver uma planilha para acompanhar a evolução dos funcionários. Os textos a seguir são adaptados da matéria da Revista LibreOffice Magazine, de junho de 2016, edição número 22. Nosso objetivo aqui é mostrar essa tecnologia alternativa ao conhecido Microsoft Office, mostrando que em informática não estamos presos apenas a um tipo de programa ou fornecedor.

Para a planilha utilizaremos os seguintes quesitos de atividades e desempenhos dos funcionários, que serão alvo de atribuição de notas em uma escala de zero a dez:
  • Iniciativa: Empreende esforços para resolver as demandas e necessidades dos usuários e da equipe, tão logo elas surjam.
  • Compromisso: Assume suas responsabilidades, estando atento ao exercício do seu papel profissional.
  • Flexibilidade: Consegue se adaptar a situações novas e mudanças no trabalho, buscando entender e atender novas demandas e prioridades.
  • Criatividade: É capaz de realizar inovações no ambiente de trabalho, visando melhorá-lo constantemente.
  • Integração: Assume as atividades dispondo se a colaborar com os membros da equipe de trabalho a fim de melhorar o desempenho coletivo, mantendo bom relacionamento Com toda a equipe de trabalho.
  • Determinação: Esforça se para cumprir suas obrigações, resolver problemas e concluir suas tarefas.
  • Organização: Atua de forma bem planejada e organizada, sabendo otimizar o tempo e recursos materiais.
  • Ética: Possui um comportamento de boa índole, isento de atitudes que venham a denigrir a equipe, comprometer o ambiente de trabalho, evitando distorcer valores no ambiente de trabalho.
  • Disponibilidade: É um profissional que pode se contar mesmo em situações desfavoráveis, como resolver um problema urgente no final do expediente.
  • Qualidade: Possui zelo pelo que faz, procurando oferecer o melhor de si para um resultado final de excelência;
  • Desenvolvimento: Aproveita oportunidades para aprender trabalhos novos ou participar de cursos, estando atento para melhorar sua postura e atuação profissional.
  • Assiduidade: Só falta ao trabalho em último caso, mantendo as atividades profissionais sempre em dia, sem abusar da boa vontade de colegas.
Os dados serão organizados da seguinte forma, sendo que os valores de notas são atribuídos aleatoriamente, apenas para efeito de exemplo para a visualização nos gráficos, mas nada além disso.

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE EMPREGADO
Nome:
Fulano de Tal
Cargo:
Assistente de Produção
Seção:
Produção

Competências

1° Tri.
2° Tri.
3° Tri.
4° Tri.
Iniciativa
9
10
8
5
Compromisso
8
7
7
6
Flexibilidade
9
9
9
9
Criatividade
9
8
9
8
Integração
9
10
10
7
Determinação
10
9
7
4
Organização
4
8
9
9
Ética
9
10
9
10
Disponibilidade
10
10
9
9
Qualidade
3
7
9
9
Desenvolvimento
4
6
8
10
Assiduidade
9
9
10
7
Média
7,8
8,6
8,7
7,8

Devemos sempre que tomamos um gráfico deste para analisar de que não é para comparar uma camada de cor contra a outra, mas sim, cada cor contra ele mesma, mas em níveis diferentes. Assim, se observarmos que a primeira camada de uma cor “x” tinha o valor de 10 e na segunda camada algo menor e por seguinte, até chegar a camada mais interna fica claro que temos uma diminuição no desempenho desta determinada qualidade ou característica analisada. Seria como se cada cor correspondesse à um único gráfico de colunas com variação de tempo.


Após isso vamos montar a planilha no Calc, sendo que o resultado final deverá ser parecido com o da figura. A planilha é extremamente simples, como dá para notar. Basta indicar, para cada trimestre, a nota do desempenho do empregado em cada um dos quesitos analisados. As notas vão de 1 a 10, sendo que, quanto mais alto o valor, melhor é a avaliação.
Digite a planilha, como no exemplo a seguir.
Quadro 1: Tabela de dados de funcionário
Agora vamos criar os gráficos. Para iniciar, devemos informar para o programa que dados usaremos em nosso gráfico, assim, seguiremos o roteiro proposto pelo artigo da revista LibreOffice Magazine:
Agora na linha 20 da planilha foi utilizada a função Média. Foram obtidas as médias dos resultados de cada quesito em cada um dos trimestres.
Para o resultado da Média na célula B20 utilize a seguinte sintaxe:
=MÉDIA(B8:B19)
Atualize o resultado paras as células C20, D20 e E20.
Agora vamos fazer um gráfico circular. Esse tipo de gráfico vai mostrar a variação de todas as notas do empregado em cada um dos quesitos avaliados.
Selecione o intervalo A8:E19, em seguida, vá em Inserir > Gráfico... Abre-se a Caixa de dialogo Assistente de gráficos.
Em Passos: 1. Tipo de gráfico Em Escolha um tipo de gráfico, sendo que aqui selecionamos o de Pizza > Rosca, por ter um a mais que o de pizza, podendo ser utilizado para se analisar vários períodos.
Clique em Próximo >>
2. Intervalo de dados
Aceite as sugestões do aplicativo.
Clique em Próximo >>.
3. Série de dados
Aceite as sugestões do aplicativo.
Clique em Próximo >>.
4. Elementos do gráfico
Em Escolha os títulos, legendas e configurações de grade, faça suas escolhas. Depois, em Exibir legenda escolha À direita e clique em Concluir.
O resultado é um gráfico de pizza bem diferente dos tradicionais, apresentando uma série de frações em cada fatia da pizza e mais a legenda ao lado. É possível ainda, para identificar flutuações de desempenho dentro de cada trimestre mais facilmente, inserir os valores de cada quesito em cada trimestre. Para isso utilize a opção Intervalo de dados.
  • Duplo clique sobre qualquer parte do gráfico.
  • No menu rápido escolha Intervalo de dados...
  • Perceba que serão preenchidos somente os valores de um determinado trimestre. Esse trimestre foi selecionado aleatoriamente quando foi feito duplo clique no passo anterior.
  • Agora selecione qualquer local de cada trimestre e proceda da mesma forma para preencher todos os Intervalos de dados em todos os trimestres.
  • Veja como ficou. Ao olhar o gráfico será possível verificar facilmente os pontos fracos e fortes do empregado, bem como identificar flutuações de desempenho dentro de cada trimestre.
O resultado que obtemos a partir da revista é este:
Como podemos verificar simplesmente levando o cursor do mouse sobre o gráfico, o primeiro trimestre do ano corresponde à extremidade externa do disco, sendo que a camada segunda correspondo ao segundo trimestre, a terceira na sequência e ao centro, o quarto trimestre.
Apresentamos aqui o vídeo tutorial dessa planilha:
Agora vamos dar continuidade formando o segundo tipo de gráfico: o de variação das médias em gráfico de colunas:
O intervalo B7:E7
Segure a tecla Control e selecione o intervalo B20:E20
Vá em Inserir > Gráfico...
Abre-se a caixa de dialogo Assistente de gráficos. Em Passos:
1. Tipo de gráfico
Em Escolha um tipo de gráfico selecione Coluna >> Aparência 3D
Clique em Próximo >>
Em 2. Intervalo de dados e em 3. Série de dado clique em Próximo >>.
4. Elementos do gráfico
Em Escolha os títulos, legendas e configurações de grade, faça suas escolhas.
Desmarque a opção em Exibir legenda. E clique em Concluir.
Veja o resultado.
Então é isso. A revista ainda sugere para inserir linha de tendência no gráfico, mas consideramos desnecessário, resolvendo então encerrar por aqui.