sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Bancos comerciais, de investimentos e financeiras


E continuaremos a trabalhar em cima das matérias relacionadas ao mercado de capitais, sendo que hoje apresentaremos alguns conceitos dos chamados Bancos Comerciais, de Investimentos e as Financeiras.

      Bancos Comerciais

Os bancos comerciais visam o financiamento a curto e médio prazo para o comércio, a indústria, o setor de serviços e as pessoas físicas por meio de operações de desconto (duplicatas e notas promissórias), capital de giro, contas garantidas, crédito rural, operações de câmbio, etc. Os bancos comerciais recebem depósitos à vista (conta corrente), a prazo fixo (CDB, RDB). Podem ainda obter recursos externos para repasse aos seus clientes e prestar serviços (arrecadação de tributo, cobrança, tarifas públicas, etc.).



      Bancos de Investimento (BI)

Esses agentes financeiros têm como objetivo intensificar a capitalização das empresas por meio de empréstimos tanto para capital de giro como para capital fixo. Além de recursos próprios, obtém funding1 com a emissão de depósitos a prazo fixo. Operam com underwriting, isto é, lançamento de ações ou de debêntures para oferta a investidores. Essa operação possui três modalidades:
  • Straight (puro ou firme): a subscrição é feita integralmente pelo banco de investimento;
  • Stand-by (residual): Após a colocação ao público, o BI se compromete a comprar os títulos remanescentes;
  • Best-efforts (melhor esforço) . O agente não tem obrigatoriedade de subscrever ou de adquirir eventuais resíduos de colocação. O BI esforça-se para vender os títulos.
Os Bancos de Investimento podem repassar recursos obtidos no exterior, prestar garantias, etc.
Os Bancos de Investimento foram criados no Brasil em julho de 1.995 por meio da lei 4.928.



      Sociedades de Crédito, Financiamento e Investimento (Financeira)

A financeira é responsável pelo "crediário" ou CDC, isto é, fornece crédito direto ao consumidor, financiando bens de consumo duráveis.
As Sociedades de Crédito, Financiamento e Investimento têm como principal fonte de recursos, além do capital próprio, "aceite" de Letras de Câmbio - LC - (título de prazo fixo).
A LC é um ativo financeiro cujo sacador é o financiado (ou seu procurador) que precisa de recursos para comprar um determinado bem. O aceitante, ou sacado, é a financeira que garante a LC e fornece os recursos para a compra. Esses recursos foram obtidos junto ao tomador (beneficiário) que aplicou seu capital.




1 Obtenção de recursos. Uma instituição obtém recursos (to be funding) para operar quando ela emite títulos de dívida.