segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Interações entre as áreas e funções organizacionais durante o planejamento

Traçado a missão e o planejamento estratégico da empresa, cada área, através de seu gestor deve se organizar de modo a promover também todo o ciclo de planejamento, execução e controle de sua área de modo com que o produto ou serviço produzido por ela, tenha os mesmos objetivos da missão da empresa. O produto ou serviço executado em cada área deve seguir as mesmas etapas do planejamento geral, visando com que os objetivos esperados, sejam atingidos de forma mais eficiente possível.
Todas as áreas da empresa, no ciclo do planejamento, devem utilizar das negociações com outras áreas, mediadas pela existência de preços de transferência, que é o custo de cada atividade do processo, que é repassado para a outra área que dará sequência no processo produtivo, e somara o custo do produto ou serviço repassado, incluindo os custos de seu processo, e fará o mesmo quando repassar para a outra área, que dará continuidade no processo. Cabe ao gestor do departamento, a otimização somente de sua área de atuação, em detrimento das demais, pois para que a empresa obtenha um ótimo resultado, é necessário que o conjunto de atividades por ela executada internamente, tenham também um resultado ótimo de forma individual.
O processo de planejamento estratégico da empresa é igual à soma dos resultados dos planejamentos das partes, vindo sempre de baixo para cima, é muito importante o empenho de todos os envolvidos. Cada empresa em cada ramo de atividade terá o seu próprio custo de oportunidade, sendo que é de responsabilidade dos gestores, aperfeiçoarem o resultado obtido, em relação ao custo de oportunidade presente. O lucro obtido pela empresa é fruto do trabalho bem realizado, da qualidade de sua gerência, da sua eficiência, de sua eficácia, da capacidade de agregar valores aos insumos que são utilizados, de acordo com a necessidade identificada e das decisões tomadas de forma correta, levando em consideração as oportunidades e ameaças obtidas no inicio do ciclo de planejamento.
Portanto podemos definir que não se deve partir para o processo de planejamento estratégico, com números fechados em relação ao desempenho esperado para a empresa, mas sim na otimização de cada atividade, ou seja, de todas as interações da empresa, e até mesmo o segmento que ela se insere.


      Atuação da Controladoria

A Controladoria tem a missão de viabilizar e aperfeiçoar a aplicação dos conceitos de gestão econômica dentro da empresa, otimizando também os resultados da empresa. O valor agregado pela controladoria na empresa é a diferença entre o resultado que a empresa teria, sem uma controladoria estruturada para atender aos preceitos da gestão econômica, e o resultado que ela teria tendo uma controladoria estruturada atendendo esses requisitos, ou seja, é desta forma que é avaliado a atividade indireta na empresa, como exemplo podemos citar também o departamento de contabilidade, ou seja, qual é o custo da oportunidade da empresa, caso ela terceirize este departamento com um prestador de serviços com mesma estrutura e potencial que ela dispõe atualmente.
Portanto durante todo o processo de planejamento, o papel principal da controladoria é a otimização do resultado, coordenando os orçamentos de diversas áreas, otimizando de forma geral os resultados obtidos pela empresa, tem o papel também de alinhar os gráficos entre o planejado e o realizado, tem também um papel de gestão do sistema de informações para a gestão econômica da empresa, disponibilizando sistemas para simulações, e apoiando nos modelos de decisão apropriados, simulando resultados de alternativas diversas.