sexta-feira, 3 de março de 2017

Usos e usuários da análise de balanços parte 1

  
A análise das demonstrações financeiras é de fundamental importância para quem pretende se relacionar com alguma empresa. Quer saber como está à empresa para poder injetar dinheiro e emprestar dinheiro. Não se empresta se sabe que a empresa não paga impostos ou se não tem lucro.
O usuário é aquele que está interessado em algum aspecto particular da empresa. A empresa por mais distante que possa estar nunca está completamente isolada e deve satisfação à sociedade (comunidade) onde está localizada. É claro que pode não querer retribuir a sociedade, mas deve saber trabalhar com o conjunto de sistemas que a rodeiam. – (clientes, reclamações), credibilidade, conhecimento entre outras.
São considerados usuários internos da análise de balanços:
  • Empregados, que querem que a empresa continue por muito tempo para garantir seus empregos;
  • Os administradores da empresa e acionistas, que colocaram dinheiro na empresa para que esta lhes traga retorno;
São usuários externos da análise das demonstrações financeiras:
  • Acionistas externos e investidores, que colocaram dinheiro ou que pretendem colocar recursos na empresa visando lucro;
  • Concorrentes, que tem interesse se o negócio vai bem e pode causar problemas a eles, em virtude de novas tecnologias ou custeios que o deixem para traz;
  • Sociedade ao redor da empresa, que interage frequentemente com os resíduos e produtos da entidade, fornecendo mão de obra e materiais com o objetivo de geração de renda;
  • Os bancos e instituições financeiras, que são fornecedores de financiamentos, créditos, empréstimos, capital de giro esperam resultados satisfatórios da empresa para que esta possa pagar pelo dinheiro que lhe foi disponibilizado. Apenas emprestam após completa avaliação da situação financeira da empresa. Os bancos apenas emprestam dinheiro para quem tenha como pagar a dívida, pois utiliza recursos de correntistas. Se o tomador não pagar a dívida junto ao banco, a instituição é que deverá quitar a dívida.
  • O governo utiliza as informações financeiras das empresas para diversas finalidades, desde a verificação de incidência de impostos à busca de produtos e serviços;
  • Os dirigentes, que utilizam os dados como instrumento para a tomada de decisões operacionais e estratégicas e;
  • As escolas, universidades, centros de pesquisas.
Os principais usuários da informação têm interesse na informação financeira e na econômica da empresa, isto é, na capacidade de geração e de obtenção de recursos financeiros e o retorno sobre os investimentos e operações quanto à rentabilidade. E segue agora os tipos de informação oferecida pelos índices relacionados à situação da empresa ou entidade.
Nos tópicos relacionados à análise em si serão trabalhados os dados de um grupo de dez empresas, entre as quais, serão mais detalhados os demonstrativos das empresas Sadia e Eletrobras. Por tal motivo, segue a seguir os balanços, apresentando inclusive, as colunas e cálculos de análise horizontal (variação de um ano para o outro) e análise vertical (cada conta em relação a um montante específico), como foi feito com a Duratex. Os dados, no entanto, não serão diretamente comparados aos da Duratex pela diferença de período, uma vez que os da referida empresa são referentes aos exercícios de 2007 e 2008, ao passo que a Sadia e Eletrobras são de 2004 e 2005.
Quadro 1‑1: Balanços Patrimoniais Anuais da Controladora e o Consolidado da Sadia S.A, de 2004 e 2005, em R$ (mil)
Balanço patrimonial da Sadia S.A.
Em milhares de reais
Ativo
Controlada



Consolidado




2.005
A V %
2.004
A V %
AH %
2.005
A V %
2.004
A V %
AH%
Circulante










Caixa e bancos
148.716
3%
84.270
2%
76%
196.270
3%
155.600
3%
26%
Aplicações financeiras
659.149
11%
430.851
8%
53%
2.402.326
37%
1.968.278
34%
22%
Valores a receber
221
0%
153.735
3%
-100%
28.287
0%
196.061
3%
-86%
Contas a receber
481.154
8%
692.857
14%
-31%
509.615
8%
349.605
6%
46%
Estoques
948.560
17%
1.025.125
20%
-7%
992.490
15%
1.064.671
19%
-7%
Impostos a compensar
140.212
2%
151.237
3%
-7%
147.088
2%
156.615
3%
-6%
Impostos diferidos
27.223
0%
36.180
1%
-25%
29.494
0%
38.823
1%
-24%
Outros créditos
66.815
1%
55.582
1%
20%
75.251
1%
67.650
1%
11%
Total do circulante
2.472.050
43%
2.629.837
52%
-6%
4.380.821
67%
3.997.303
70%
10%











Realizável em Longo Prazo









Aplicações financeiras
65.057
1%
282.247
6%
-77%
65.057
1%
282.247
5%
-77%
Impostos a compensar
120.024
2%
87.186
2%
38%
120.024
2%
87.186
2%
38%
Impostos diferidos
76.550
1%
67.042
1%
14%
76.550
1%
67.042
1%
14%
Depósitos judiciais
78.290
1%
77.098
2%
2%
78.396
1%
77.204
1%
2%
Partes relacionadas
96.377
2%
597
0%
16044%
0
0%
0
0%
0%
Outros créditos
57.908
1%
29.119
1%
99%
58.559
1%
29.850
1%
96%
Total do RLP
494.206
9%
543.289
11%
-9%
398.586
6%
543.529
9%
-27%











Permanente










Investimentos
1.107.275
19%
768.134
15%
44%
77.136
1%
19.260
0%
300%
Imobilizado
1.571.395
27%
1.112.859
22%
41%
1.576.013
24%
1.116.203
19%
41%
Diferido
87.487
2%
49.140
1%
78%
90.193
1%
49.522
1%
82%
Total do permanente
2.766.157
48%
1.930.133
38%
43%
1.743.342
27%
1.184.985
21%
47%











Total do ativo
5.732.413
100%
5.103.259
100%
12%
6.522.749
100%
5.725.817
100%
14%






















Passivo
Controlada



Consolidado




2.005
A V %
2.004
A V %
AH %
2.005
A V %
2.004
A V %
AH%
Circulante










Empréstimos e financiamentos.
782.810
14%
1.165.044
23%
-33%
1.384.667
21%
1.615.544
28%
-14%
Contratos futuros
0
0%
178.874
4%
-100%
10.702
0%
201.616
4%
-95%
Fornecedores
490.659
9%
482.339
9%
2%
495.758
8%
487.654
9%
2%
Adiantamento da contr.
458.284
8%
138.991
3%
230%
0
0%
0
0%
0%
Salários e encargos
97.640
2%
87.205
2%
12%
99.225
2%
88.140
2%
13%
Impostos e contribuições
34.151
1%
33.188
1%
3%
38.651
1%
38.058
1%
2%
Dividendos
128.210
2%
82.797
2%
55%
128.210
2%
82.797
1%
55%
Participação: empregado
58.454
1%
50.280
1%
16%
59.304
1%
51.048
1%
16%
Impostos diferidos
3.321
0%
0
0%
0%
3.321
0%
0
0%
0%
Outras obrigações
135.492
2%
88.928
2%
52%
161.737
2%
111.476
2%
45%
Total do circulante
2.189.021
38%
2.307.646
45%
-5%
2.381.575
37%
2.676.333
47%
-11%











Exigível em Longo Prazo










Financiamentos
715.048
12%
836.073
16%
-14%
1.714.527
26%
1.101.830
19%
56%
Adiantamentos
401.430
7%
0
0%
0%
0
0%
0
0%
0%
Benefícios a empregados
82.997
1%
82.576
2%
1%
82.997
1%
82.576
1%
1%
Contingências
69.538
1%
56.861
1%
22%
71.947
1%
58.984
1%
22%
Impostos diferidos
29.490
1%
11.723
0%
152%
29.490
0%
11.723
0%
152%
Outras obrigações
16.849
0%
16.205
0%
4%
16.824
0%
16.363
0%
3%
Total do RLP
1.315.352
23%
1.003.438
20%
31%
1.915.785
29%
1.271.476
22%
51%











Patrimônio Líquido










Capital social
1.500.000
26%
1.000.000
20%
50%
1.500.000
23%
1.000.000
17%
50%
Reserva de lucros
738.417
13%
767.441
15%
-4%
738.417
11%
767.441
13%
-4%
Ações em tesouraria
-10.377
0%
-198
0%
5141%
-10.377
0%
-198
0%
5141%
Minoritários
0
0%
0
0%
0%
1.816
0%
160
0%
1035%
Lucros acumulados
0
0%
24.932
0%
-100%
-4.391
0%
10.605
0%
-141%
Total do PL
2.228.040
39%
1.792.175
35%
24%
2.225.465
34%
1.778.008
31%
25%











Total do P e PL
5.732.413
100%
5.103.259
100%
12%
6.522.825
100%
5.725.817
100%
14%
Como a postagem é muito grande, a análise fica para a seguinte.