segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Inserindo gráficos com desvio pelo Calc

Quantas vezes presenciamos gráficos de tendências de intenção de votos numa eleição para prefeito, governador ou presidente? Nestas sempre há aquela tal margem de erro com pontos percentuais para mais ou para menos. Para quê isso serve? De forma sintética, para dar mais grau de acerto e coerência ao cenário estudado. Assim, por exemplo, em estatística quando a média não é suficiente para avaliar um conjunto de dados, utiliza-se um outro elemento: o Desvio Padrão.

Esse medidor demonstra a diferença que existe entre a média e os valores do conjunto. É portanto, uma medida de dispersão usada com a média. Mede a variabilidade dos valores à volta da média. A vantagem que o desvio padrão proporciona é a de permitir uma interpretação direta da variação do conjunto de dados, pois o desvio padrão é expresso na mesma unidade que a variável.
É claro que há meios para se definir um desvio-padrão tanto com papel e lápis quanto por uma calculadora financeira. Mas como nós estamos aqui demonstrando funções da planilha eletrônica do LibreOffice – o Calc – vamos demonstrar graficamente o conceito de forma rápida e prática. O manual a seguir é baseado no trabalho publicado por Douglas Vigliazzi para a edição número 8 de dezembro de 2013 da revista LibreOffice Magazine1.
Gerando gráficos com Barras de Desvio Padrão: Utilizaremos a planilha a seguir como exemplo para esta dica.
       Com os dados digitados, insira um gráfico de colunas como mostrado abaixo. Apenas para ajudar aqueles que esqueceram como inserir o gráfico, vamos lá: selecione a tabela com os dados, sem incluir os títulos. Depois vá até o menu Inserir > Gráfico. Escolhemos aqui o modelo de colunas. Depois é só aceitar as sugestões nas telas que virão e dar OK no final.


Assim que se conclui a criação do gráfico, é exibida a barra de formatação de gráficos. Esta barra de formatação indica que você está no modo de edição de gráficos. Desta forma, é possível fazer diversas alterações no gráfico, como por exemplo, ativar e desativar legenda, alterar o tipo de gráfico, a cor de fundo entre outras coisas.
Para inserir as linhas de desvio padrão, clique no menu Inserir2 → Barras de erro Y... Para este exemplo usaremos o eixo Y por ser um gráfico de colunas.
As barras de erro podem ser de várias categorias:
  • Valores constantes
  • Porcentagem
  • Desvio Padrão
  • Intervalo de células
Em Categoria de erro selecione a opção Desvio Padrão e clique em O K.
Clique no botão OK para concluir. Ao fazer isso podemos observar que cada coluna possui, agora, uma barra de erro com respectivos desvios para cada série (coluna) e que elas permitem saber qual a variação de cada nota. Agora vamos mostrar outras opções para formatação do gráfico e deixá-lo mais apresentável. O resultado é este:
Como citado acima, existem outras categorias de erro. Teste cada uma e descubra qual se aplica a sua realidade.
1Douglas Vigliazzi é analista de TI na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP, graduado em TI pela FATEC e especialista em Redes de Computadores. Trabalhando com software livre e de código aberto desde 1998. Tem atuado no fomento para a adoção e uso de tecnologias e padrões abertos dentro da UNESP, como membro do Fórum de Software Livre. Membro do grupo de documentação e tradução do LibreOffice para português do Brasil. DJ nas horas vagas.

2Com o gráfico habilitado para edição as opções padronizadas do menu Inserir são modificadas, ficando adaptadas para inserir elementos ao gráfico em destaque.