quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Cálculos de financiamento com o LibreOffice Calc

Quando fiz meu cursei minha graduação em Ciências Contábeis na Universidade de Mogi das Cruzes, no terceiro semestre, quando tive a disciplina de Matemática Financeira, usava como base acadêmica livros clássicos da matéria e que mostravam os cálculos tanto com lápis, quanto pela calculadora financeira HP12C e pelo Microsoft Office Excel. Na época eu não conhecia muita coisa de informática e para mim, o programa era o máximo em produtividade, o que justificaria o preço. No entanto, hoje, com o LibreOffice vejo que a coisa não é bem assim. E por esta razão vamos mostrar aqui funcionalidades financeiras do LibreOffice Calc equivalentes ao MS Office.

Os textos desse tópico são baseados no elaborado por Klaibson Natal Ribeiro Borges1 para a edição número 11 da Revista LibreOffice Magazine, edição de junho de 2014, aliados aos meus conhecimentos em matemática financeira e HP12C.
Na Graduação o professor sempre nos dizia que todo contador deve andar sempre “armado”, isto é, munido de sua calculadora financeira para comprovar valores de financiamentos e juros em empréstimos e financiamentos bancários. É uma excelente calculadora e não é difícil que quando realizamos um financiamento bancário, por uma necessidade pessoal ou empresarial, geralmente, o gerente do banco, puxa a HP 12-C da gaveta, para fazer os cálculos dos juros, referente ao empréstimo que ocorrerá. Um de meus professores contava que certa vez foi à uma concessionária de veículos para adquirir um carro zero quilômetro. Lá o vendedor apresentou-lhe as condições de financiamento e o professor sacou sua arma. “Não, por favor senhor, guarda isso! Vamos renegociar!” disse o vendedor assustado ao ver a HP12C já preparada para metralhá-lo com suas funções.
Mas voltando ao tópico, ao realizar um empréstimo, quero saber, qual será o valor pago no final do financiamento.
Imaginemos a seguinte situação:
Um empréstimo de R$ 5.000,00 para ser pago em 12 meses, com a taxa de juros de 2% ao mês. Como calculamos isso?
Se contamos com nossa calculadora financeira em mão podemos teclar o seguinte: 5.000,00 pv, 2 i, 12 n e finalizamos com fv. O resultado é este: R$ 6.341,20.
Vale lembrar que esse é o resultado para um financiamento a juros compostos. Mas e numa planilha? Como seria o procedimento? E se fosse com juros simples? Para resolver vamos efetuar o procedimento a seguir:
  • Na célula A1 digite Valor Empréstimo;
  • Na célula A2 digite Taxa de Juros;
  • Na célula B1 digite R$ 5000,00 referente o valor do financiamento;
  • Na célula B2, digite 2,00% referente a taxa de juros, ou 0,02 e formate como percentual;
  • Na célula A4, digite o número 1, referente o primeiro mês do financiamento
  • Na célula B4, digite a fórmula: =Valor do Empréstimo * Valor dos juros +(Valor do Empréstimo)
  • Fixe todas as células da fórmula.
Nós sabemos que a fórmula básica do montante (FV ou VF, valor futuro, future value) é dada por FV = PV * (1+ i * n). Com isso teremos os resultados de juros de R$ 100,00 para cada mês e o resultado acumulado de R$ 1.200,00 de juros (100,00 x 12 meses). E caso fôssemos calcular pelo regime de juros compostos? Simplesmente trocaríamos na fómrula o (1+i)*n por (1+i)^n, o que também se reflete na fórmula na planilha. Assim temos o resultado na imagem a seguir:
As células foram fixadas em B2 e B3 porque usamos o Preenchimento automático de células – Autopreenchimento que é aquela função que preenche automaticamente as células adjacentes e atualiza fórmulas. No lado esquerdo apresentamos a fórmula para juros simples calculando mensalmente. Assim, R$ 5.000,00 (B2) vezes 1 mais 0,02 (B3) vezes 1 (A5) gerou o resultado de R$ 5.100,00. na linha de baixo, atualizamos a fórmula para que a última parte troque 1 (A5) por 2 (A6), e assim sucessivamente.
Na tabela ao lado direito inserimos a fórmula para os juros compostos, ou seja, com o prazo n exponencial.
Para a resolução utilizamos o conceito: =Valor do Empréstimo * (1 +Taxa de Juros) ^ A4, o que na planilha fica como =$B$2*((1+$B$3)^D5)
Lembrando que:
* significa Multiplicação e
^ significa Exponenciação
Não se pode esquecer de fixar o valor do Empréstimo e da Taxa de juros. Agora, é só pressionar Enter e em seguida, utilizar o Autopreenchimento. Pronto, já temos o cálculo, mês a mês, dos valores com juros.

1Klaibson Natal Ribeiro Borges - Graduado em Administração de Empresas. Pós-graduando em Gerência de Projetos de TI. Professor do Senai/SC nos cursos de Aprendizagem Industrial e Cursos Técnicos. Instrutor de Informática e de rotinas administrativas em escolas profissionalizantes entre 2004 a 2009. Articulista das revistas LibreOffice Magazine e Espirito Livre.