sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Extraindo arquivos de imagem do seu documento no LibreOffice

Pode acontecer que num documento de texto você tenha que inserir algum desenho, um gráfico, uma foto ou coisa do tipo. Até aí tudo bem. Essas inserções deixam o trabalho com um aspecto bem mais bonito e profissional. No entanto, vai que depois do texto pronto você resolve excluir os arquivos de imagem originais, pois acredita que não precisaria mais deles e num belo dia você resolve reaproveitar uma imagem. E agora? O que fazer? Pois bem, os arquivos não estão perdidos, pelo menos os que estão no seu documento de texto. Basta trazê-los de volta.

Os arquivos de qualquer dos aplicativos do LibreOffice (ou seja, tantos os de texto do Writer, de planilhas do Calc, de apresentações do Impress, de banco de dados do Base, de fórmulas do Math e de desenhos do Draw) são compactados. No popular diríamos que são arquivos “zipados” ou “comprimidos” para ocupar menos espaço e que contem outros arquivos.
Então a solução é descompactar esse arquivo e ver como ele se apresenta. Caso você use um Windows qualquer, deverá clicar com o botão direito do mouse sobre o arquivo em questão e escolher a opção abrir com. Deverá procurar o programa na caixa que se abrirá, que poderá ser um Winrar, um 7zip ou semelhante. Mas para quem utiliza distribuições baseadas em Debian/Ubuntu o caminho é bem mais simplificado, pois a opção de abrir com o descompactador vem logo de cara. Use a opção Abrir com > Gerenciador de arquivos compactados.
Na figura a seguir apresentamos a opção de abrir com o descompactador logo na primeira opção do campo Abrir com. Em nosso exemplo escolhemos um documento de texto com muitas páginas e infindáveis figuras inseridas.
Será aberta a janela do programa de descompactação e nela podemos ver todos os grupos de arquivos contidos em nosso único documento de texto. Veja toda a hierarquia do arquivo, organizada em pastas e em arquivos soltos.
Como podemos ver claramente na figura acima, existem:
● arquivos xml;
● o diretório (popularmente conhecidos por pastas) Pictures, onde ficam armazenadas as figuras que foram utilizadas no documento;
● o diretório Thumbnails para visualização em browsers;
● outros arquivos de configuração e diretórios com o nome Objeto, seguido por numeral.
No arquivo content.xml ficam gravados o conteúdo de todo o documento. Na figura abaixo, veja o diretório Pictures com todas as imagens que o compõem.
Na figura acima selecionamos todos os arquivos e na parte de cima, clicamos no botão Extrair. Pode-se extrair uma figura, vários ou todas, como faríamos com qualquer descompactador num Windows. Extraia a figura que esta interessado, escolhendo o local onde quer enviar a figura e depois clicando na opção Extrair do compactador de arquivos (vide figura acima).
Agora basta esperar que o programa extraia todos os arquivos que definimos e pronto. Veja, no meu exemplo a figura já descompactada no local escolhido, com todos os arquivos lá.
Então é isso. Podemos ver que os arquivos embora tenham ficado menores que os originais ainda assim tem uma resolução boa e servem inclusive para serem utilizados como plano de fundo do meu desktop.