quarta-feira, 19 de abril de 2017

Elementos das Contas de um Plano de Contas


Os elementos da conta são as informações que cada conta deve trazer, para bem descrever e caracterizar o elemento patrimonial a que se refere, no sistema contábil de informações, são eles:
  • a) o nome da conta;
  • b) o valor patrimonial inicial da conta (denominado Saldo Inicial);
  • c) os aumentos de valor patrimonial, ocorridos na conta (Registrados como Débitos ou com Créditos – conforme o caso);
  • d) as reduções de valor patrimonial, ocorridas na conta (Registrados como Débitos ou com Créditos – conforme o caso);
  • e) o valor patrimonial final da conta (denominado Saldo Final).
Os aumentos e reduções no valor patrimonial da conta são registrados quando da ocorrência de fatos contábeis que ensejem tais aumentos/reduções. O registro desses aumentos e dessas redu­ções (lançamento) será efetuado de acordo com a natureza de cada conta.
  • CONTA SINTÉTICA
  • BANCOS
  • FORNECEDORES
  • CLIENTES
  • CONTAS ANALÍTICAS
  • Banco Itaú
  • Banco do Brasil
  • Rio Vermelho S/A
  • Boaventura S/A
  • José de Arimateia
  • João de Deus
Conta: determinação dos débitos e dos créditos, contas correntes.


Escrituração: livros obrigatórios, métodos de escri­turação, partidas dobradas.


Elaboração das demonstrações financeiras exigidas pela Lei n.o 6.404/76,

suas alterações e legislação complementar: conceito, obrigatoriedade, conteúdo, forma de apresentação, elaboração e critérios de contabilização.


Levantamento de balancetes periódicos.



Análise das demonstrações financeiras:

índices de liquidez, endividamento, rotação de estoques, quocientes de imobilização de capital, cobertura total e rentabilidade.


Resolução CFC n.o 803/96 e alterações

(código de ética profissional do contador).

Definição de Contabilidade do Conselho Federal de Contabilidade (CFC)

O 1° Congresso Brasileiro de Contabilistas, ocorrido no Rio de Janeiro, em 1924, definiu o se­guinte conceito de contabilidade: ”A Contabilidade é a Ciência que estuda e pratica as funções de orientação, controle e registro relativas à administração econômica”.
A Contabilidade é, portanto, uma ciência que estuda e pratica suas funções a partir dos fatos contábeis produzidos pela entidade em determinado período.
Em vários livros, a Contabilidade é apresentada como sendo a ciência que estuda e
patrimônio e apresenta:
  • a azienda como seu campo;
  • o patrimônio como seu objeto;
  • as partidas dobradas como o método por ela eleito.
Por ciência, entende-se uma atividade rigorosa de estudo. Não é uma atividade qualquer, mas uma atividade rigorosa – em que os resultados e conclusões alcançados por diversos estudiosos sejam compatíveis entre si e apontem em uma mesma direção, servido para resolver problemas e responder questionamentos. O Objetivo de qualquer ciência é encontrar verdades parciais, que ex­pliquem tão-somente aquela parte da realidade que a ciência se propõe a estudar.


O campo de aplicação da Contabilidade

O campo de aplicação da Contabilidade é uma azienda. Azienda é uma entidade, com ou sem fim lucrativo, com objetivo social ou econômico, de ordem econômico administrativa, isto é, possui patrimônio a controlar. Denota-se que o conceito de azienda é mais amplo do que o conceito de em­presa, pois a azienda engloba todos os tipos de entidades, comerciais ou filantrópicas (sem fins lu­crativos), públicas ou privadas, de pessoas físicas ou jurídicas, legalmente constituídas ou não, isto é, aziendas são as instituições e as empresas, enquanto que o conceito de empresa envolve apenas a atividade lucrativa.