quinta-feira, 6 de abril de 2017

índices de endividamento de uma seguradora

E prosseguindo com a análise de Balanços de uma seguradora partiremos aqui para os índices de endividamento, que como podemos deduzir apenas pelo nome, são aqueles quocientes que indicam o quanto uma empresa ou entidade está endividada, tendo por base a participação das dívidas de curto e longo prazo dentro do total aplicado (Ativo) bem como de obrigações exigíveis e não exigíveis.

Mas antes de começar, para facilitar a visualização dos dados, apresentaremos novamente os demonstrativos que dão origem aos valores ora trabalhados nas equações:


O Balanço Patrimonial da empresa escolhida: Azul Companhia de Seguros Gerais, para os anos de 2010 a 2014:
Balanço Patrimonial
2.010
2.011
2.012
2.013
2.014
ATIVO
1.181.717
1.297.351
1.586.014
1.909.486
2.305.574
ATIVO CIRCULANTE
996.387
1.134.873
1.431.697
1.510.923
1.305.914
DISPONIBILIDADES
586.499
694.951
886.224
899.628
536.704
Caixa e Bancos
4.968
6.515
12.632
19.949
18.746
Equivalentes de caixa
0
182.011
67.108
77.136
69.747
Aplicações financeiras
581.531
506.425
806.484
802.543
448.211
CRÉDITOS COM SEGUROS E RESSEGUROS
296.318
307.767
391.742
426.832
544.916
Prêmios a receber
269.669
257.860
338.278
412.881
528.720
Operações com resseguradoras
4.834
362
197
180
267
Outros créditos operacionais
16.480
15.603
18.208
9.323
13.427
Ativos de resseguro - provisões técnicas
0
1.438
1.802
3.640
1.760
Títulos e créditos a receber
937
389
423
499
438
Créditos tributários e previdenciários
4.792
31.736
32.375
57
84
Outros créditos
420
368
449
252
220
Operações com seguradoras
386
11
10
0
0
(–) Provisão para riscos de créditos
-1.200
0
0
0
0
OUTROS
113.570
132.155
153.731
184.463
224.294
Bens a venda
21.038
36.108
34.879
26.342
28.660
Outros valores
629
78
326
602
266
Despesas antecipadas
559
671
1.091
1.269
1.761
Custos de aquisição diferidos com seguros
91.275
95.298
117.435
156.250
193.607
Despesas resseguro e retrocessão diferidas
69
0
0
0
0
ATIVO NÃO CIRCULANTE
185.330
162.478
154.317
398.563
999.660
REALIZÁVEL A LONGO PRAZO
141.972
122.084
117.975
365.944
713.436
APLICAÇÕES
29.462
0
0
239.172
578.820
Aplicações no Longo Prazo
29.462
0
0
239.172
578.820
CRÉDITOS OPERACIONAIS
112.510
122.084
117.975
126.772
134.616
Outros créditos operacionais
0
0
0
0
3.047
Títulos e créditos a receber
2.949
209
209
209
209
Créditos tributários e previdenciários
31.309
37.048
38.959
42.917
42.542
Depósitos judiciais e fiscais
79.663
78.695
72.089
77.406
82.818
Outros créditos operacionais
1.653
6.077
6.581
6.104
5.847
Despesas antecipadas
0
55
137
136
153
(–) Provisão para riscos de créditos
-3.064
0
0
0
0
ATIVO PERMANENTE
43.358
40.394
36.342
32.619
286.224
INVESTIMENTOS
10.985
10.851
10.623
9.571
9.413
Participações societárias
2.200
1.970
1.923
688
716
Imóveis destinados à renda
12.066
8.881
8.700
8.883
8.697
(–) Provisão para desvalorização
-225
0
0
0
0
(–) Depreciação
-3.056
0
0
0
0
IMOBILIZADO
31.772
28.986
25.279
22.256
275.904
Imóveis de uso próprio
11.364
15.758
14.981
14.307
233.804
Bens móveis
28.284
12.455
9.677
7.332
8.196
Outras imobilizações
11.434
773
621
617
33.904
(–) Depreciação
-19.310
0
0
0
0
INTANGÍVEL
601
557
440
792
907
Outros intangíveis
601
557
440
792
907
PASSIVO
1.181.717
1.297.351
1.586.014
1.909.486
2.305.574
PASSIVO CIRCULANTE
816.391
886.041
1.129.137
1.343.911
1.644.816
CONTAS A PAGAR
77.782
84.267
113.355
122.209
142.054
Obrigações a pagar
45.089
25.978
40.648
73.023
83.537
Impostos e encargos sociais a recolher
22.401
21.854
27.666
33.628
42.638
Encargos trabalhistas
1.650
1.826
1.997
2.165
2.593
Impostos e contribuições
6.919
32.739
41.069
11.878
11.781
Outras contas a pagar
1.723
1.870
1.975
1.515
1.505
DÉBITOS DE OPERAÇÕES COM SEGUROS E RESSEGUROS
61.643
68.378
71.545
60.819
75.648
Prêmios a restituir
8
44
55
89
122
Corretores de seguros e resseguros
32.400
31.851
40.240
48.553
62.386
Outros débitos operacionais
28.001
35.335
29.887
12.177
13.140
Operações com seguradoras
205
205
205
0
0
Operações com resseguradoras
996
943
1.158
0
0
Comissões a pagar
33
0
0
0
0
DEPÓSITOS DE TERCEIROS
4.403
3.298
8.201
13.597
11.039
Depósitos de terceiros
4.403
3.298
8.201
13.597
11.039
PROVISÕES TÉCNICAS - SEGUROS
671.251
728.719
934.550
1.145.717
1.414.447
Danos
0
724.339
932.071
1.142.582
1.411.411
Pessoas
0
4.380
2.479
3.135
3.036
Provisão de prêmios não ganhos
512.797
0
0
0
0
Provisão de sinistros a liquidar
147.487
0
0
0
0
Provisão de sinistros ocorridos mas não avisados
7.698
0
0
0
0
Outras provisões
3.269
0
0
0
0
PROVISÕES TÉCNICAS - PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR
1.312
1.379
1.486
1.569
1.628
Planos bloqueados
0
1.379
1.486
1.569
1.628
Provisão matemática de benefícios a conceder
31
0
0
0
0
Provisão de benefícios a regularizar
1.281
0
0
0
0
PASSIVO NÃO CIRCULANTE
365.326
411.310
456.877
565.575
660.758
EXIGÍVEL A LONGO PRAZO
87.773
91.361
84.051
87.613
95.445
CONTAS A PAGAR
6.482
8.474
9.212
9.477
11.132
Obrigações a pagar
1.069
1.418
1.735
1.210
1.519
Tributos diferidos
5.353
6.996
7.417
8.207
9.613
Outras contas a pagar
60
60
60
60
0
OUTROS DÉBITOS
81.291
82.887
74.839
78.136
84.313
Provisões judiciais
81.291
82.887
74.839
78.136
84.313
PATRIMÔNIO LÍQUIDO
277.553
319.949
372.826
477.962
565.313
CAPITAL SOCIAL
100.000
150.000
180.000
200.000
235.000
Capital social
100.000
150.000
180.000
200.000
235.000
RESERVAS DE CAPITAL
14.323
14.323
14.323
0
253.173
Aumento de capital (em aprovação)
14.323
14.323
14.323
0
253.173
RESERVAS DE REAVALIAÇÃO
4.423
3.835
3.742
3.648
3.554
Reservas de reavaliação
4.423
3.835
3.742
3.648
3.554
RESERVAS DE LUCRO
158.807
151.791
174.761
275.940
78.567
Reservas de lucros
158.807
151.791
174.761
275.940
78.567
LUCRO/PREJUÍZOS ACUMULADOS
0
0
0
-1.626
-4.981
Ajustes de avaliação patrimonial
0
0
0
-1.626
-4.981

E a Demonstração do Resultado do Exercício da Azul Companhia de Seguros Gerais:


DRE
2.010
2.011
2.012
2.013
2.014
Prêmios retidos
990.525
1.166.705
1.445.883
1.828.034
2.239.851
Prêmios emitidos líquido
991.956
1.069.586
1.363.547
1.824.792
2.235.540
Receitas com emissão de apólices
0
97.119
82.336
3.242
4.311
Prêmios resseguros cedidos
-1.431
0
0
0
0
Deduções da receita bruta
-130.306
-14.939
-177.816
-189.084
-217.052
Variações das provisões técnicas de prêmios
-130.306
-14.939
-177.816
-189.084
-217.052
Prêmios ganhos
860.219
1.151.766
1.268.067
1.638.950
2.022.799
Custo dos bens ou serviços vendidos
-766.320
-1.032.973
-1.092.020
-1.302.340
-1.631.824
Sinistros ocorridos
0
-820.267
-860.511
-1.007.841
-1.264.944
Custos de aquisição
0
-212.706
-231.509
-294.499
-366.880
Sinistros retidos
-596.057
0
0
0
0
Despesas de comercialização
-170.263
0
0
0
0
Resultado Bruto
93.899
118.793
176.047
336.610
390.975
Outras receitas e despesas operacionais
57.706
-16.646
-54.234
-87.410
-113.522
Resultado com resseguro
44.485
-34.361
-37.893
-40.715
-87.109
Outras receitas e despesas operacionais
44.485
-32.319
-38.919
-43.580
-85.455
Receitas com resseguro
0
0
1.574
2.876
0
Despesas com resseguro
0
-2.042
-548
-11
-1.654
Gerais e administrativas
-84.364
-107.416
-144.514
-177.849
-219.684
Despesas administrativas
-67.174
-82.007
-118.419
-142.857
-175.348
Despesas com tributos
-17.190
-25.409
-26.095
-34.992
-44.336
Financeiras
95.387
122.380
125.483
128.447
189.801
Receitas financeiras
95.387
122.380
125.483
128.447
189.801
Resultado financeiro
95.387
122.380
125.483
128.447
189.801
Resultado equivalência patrimonial
2.198
2.751
2.690
2.707
3.470
Resultado patrimonial
2.198
2.751
2.690
2.707
3.470
Resultado operacional
151.605
102.147
121.813
249.200
277.453
Resultado não operacional
-149
99
-36
-20
-38
Ganhos ou perdas com ativos não correntes
-149
99
-36
-20
-38
Resultado antes tributação/part.
151.456
102.246
121.777
249.180
277.415
Provisão p/ IR e CSLL
-52.837
-32.948
-37.945
-86.785
-94.888
Imposto de renda
-33.171
-20.805
-23.978
-54.308
-59.287
Contribuição social
-19.666
-12.143
-13.967
-32.477
-35.601
Participações/contr. Estatutárias
-11.420
-9.495
-10.915
-18.767
-19.767
Participações sobre o lucro
-11.420
-9.495
-10.915
-18.767
-19.767
Lucro/prejuízo do exercício
87.199
59.803
72.917
143.628
162.760
Número de ações (mil)
17.990.140
17.990.140
17.990.140
17.990.140
25.943.605
Lucro por ação
5
3
4
8
6

Agora sim, partamos para os índices.


    Índices de Endividamento

Os índices de endividamento demonstram o grau de capital de terceiros – contas do passivo circulante e do não circulante – no financiamento das atividades operacionais de cada organização ou empresa.
Endividamento geral ou total
Fórmula padrão a ser utilizada para o Endividamento Total (que neste trabalho é abreviado para ET) é dada a seguir:


ET = (PC + ELP) / ATIVO TOTAL


Segundo Iudícibus (2012), ¨ estes quocientes relacionam as fontes de fundos entre si, procurando retratar a posição relativa do capital próprio com relação ao capital de terceiros,¨ indicando a participação do ativo total financiada pelos recursos provenientes de terceiros. Seu resultado indica o montante dos recursos a serem devolvidos pu pagos para terceiros que estão em uso na empresa, com o intuito de gerar lucros.
Sabendo-se que quanto maior o endividamento maior será a possibilidade de que a empresa não consiga pagar as obrigações com terceiros, este indicador vem a servir como termômetro para se determinar o limite sadio de até que ponto a empresa pode se comprometer. Se o grau de endividamento for igual a um, a empresa estaria operando em estado de situação nula, se maior que um, a empresa seria insolvente – isto é, incapaz de quitar suas obrigações –, estaria em estado de passivo a descoberto.


ÍNDICES DE ENDIVIDAMENTO
FÓRMULA
2.010
2.011
2.012
2.013
2.014
Endividamento
ET = (PC+ELP)/ATIVO
0,77
0,75
0,76
0,75
0,75


Garantia de capital de terceiros
Fórmula utilizada para a garantia de capital de terceiros (GT):


GT2 = PL / (PC + ELP)


Indica que, para cada real (R$) de dívidas com terceiros totais (PE), existem valores de Capital Próprio (PL); quanto maior for o capital próprio, maior segurança haverá para os credores que emprestam capital para a empresa.
Se GT=1, por exemplo, significa que Patrimônio Líquido é igual a Passivo Exigível, logo o ativo é constituído por financiamentos próprios e de terceiros em idêntica proporção.

ÍNDICES DE ENDIVIDAMENTO
FÓRMULA
2.010
2.011
2.012
2.013
2.014
Garantia de capital de terceiros
GT = PL/(PC+ELP)
0,31
0,33
0,31
0,33
0,32
A Fórmula utilizada para se encontrar a chamada garantia de capital de terceiros (GT) apresenta variações em sua estrutura. Inicialmente, pode ser obtida focando-se no patrimônio próprio, o que significa que o objetivo passa a ser relacionar o montante de dívidas de com os donos contra as dívidas totais, mas também pode ser usada para obter o resultado inverso – aqui abreviada como GT2. A saber:


GT2 = (PC + ELP) / PL


Neste caso, se GT2 é igual a 1,00 significaria que para cada R$ 1,00 de dívidas totais para com terceiros, a empresa dispõe de patrimônio próprio (isto é, capital e lucros, basicamente) também de R$ 1,00.
A equação da forma como é apresentada Indica que, para cada R$ 1,00 de dívidas para com terceiros no circulante mais o não circulante (PE1 ou PC mais ELP), existem valores de patrimônio que não serão cobrados (PL); quanto maior for o capital próprio, maior segurança haverá para os credores que emprestam capital para a empresa.


ÍNDICES DE ENDIVIDAMENTO
FÓRMULA
2.010
2.011
2.012
2.013
2.014
Garantia de capital de terceiros 2
GT2 = (PC+ELP)/PL
3,26
3,05
3,25
3,00
3,08


Relação de dívidas de curto prazo com dívidas totais com terceiros
O índice de dívidas de curto prazo (Passivo Circulante) com dívidas para terceiros totais (exigíveis no curto e longo prazos), também conhecido por “quociente” tem a seguinte fórmula:


QUOCIENTE = PC / (PC + ELP)


Indica que, quanto possui de curto prazo (PC) e longo prazo (ELP) para cada real (R$) de dívidas totais com terceiros (PE).


ÍNDICES DE ENDIVIDAMENTO
FÓRMULA
2.010
2.011
2.012
2.013
2.014
Composição do Endividamento
QUOCIENTE = PC/(PC+ELP)
0,90
0,91
0,93
0,94
0,95




1PE, Passivo Exigível, ou seja, todo o lado passivo que será cobrado por terceiros.